60ANOS

A marca Meridiano é registrada no INPI (Instituto Nacional da Propriedad e Industrial), iniciando sua atividade em Colatina - ES com a produção de café torrado e moído.

70ANOS

A família Pancieri , que já atuava em diversos setores, assumiu a gestão e comércio da torrefação, implantando novos valores à imagem da marca e ao conceito da indústria, despontando para o crescimento cada vez maior.

80ANOS

Ampliação e atuação do Café Meridiano: investimentos a favor da qualidade. O slogan “O sabor que faz amigos” deu projeção à marca (escute um jingle da época). A partir de 1989, a empresa foi pioneira na utilização de torrador ecológico - equipamento que não gera fumaça durante o processamento de café. Para atender melhor seus clientes, o Meridiano incorporou uma filial na capital do ES, Vitória, zelando pela integridade de ponta a ponta.

90ANOS

O Meridiano ganha mais visibilidade em sua atuação no Espírito Santo, leste de Minas Gerais e extremo sul da Bahia. Apostando na tecnologia como meio para oferecer o melhor aos seus consumidores, os equipamentos foram renovados, a capacidade produtiva ampliada e reinventou-se o conceito de qualidade. Diversificação dos produtos: mais opções variadas de café para diferentes perfis de consumidores, cappuccinos, primeiro café embalado à vácuo da região, acessórios e outros produtos relacionados à “Hora do Café”. Em conjunto com marcas italianas, o Meridiano liderou a iniciativa de apresentar máquinas de café espresso. Depois, a empresa atualizou o design de sua marca, projetando uma nova identidade para alinhar com o conceito.

00ANOS

Apesar do mundo marcado pelo 11 de setembro, o Meridiano consegue fazer sua primeira exportação para a Áustria. O processo de redesign de sua marca é concretizado e a identidade é consolidada. O ciclo de investimentos e lançamentos continua e a empresa lança seu Café Meridiano Solúvel. Visando estreitar o relacionamento e buscar continuamente uma atuação de qualidade, abre em 2003 sua primeira cafeteria e passa a operar por meio de serviços, máquinas, cafés e demais produtos. É pioneira na região ao conquistar, em 2004, a certificação orgânica. Depois, faz uma exportação exclusivamente de café orgânico para a Áustria e alcança a Alemanha. Inaugura a linha industrial para achocolatado Chocant. Em 2010, através da equipe de baristas, conquista o 1º Campeonato Regional de Barista do Espírito Santo.

10ANOS

Para se manter cada vez mais próximo de seus clientes, o Meridiano estreia em 2010 seus canais de relacionamento através das mídias sociais. E com essa visão de estreitar o contato com o público, estabelece alianças para criar a primeira Meridiano Shop em Colatina-ES, loja para comercialização dos produtos Meridiano. A linha de produtos é ampliada para acompanhar as novas realidades, e a empresa inova com os lançamentos das cápsulas de café (Meridiano Caps), um novo blend (Meridiano Espírito) para valorizar matérias-primas de qualidade com origem capixaba, além dos sachês da linha Meridiano Pratice e acessórios relacionados, como os Suportes para Filtro de Café e o fervedor Easy. Na Fábrica promove a atualização de equipamentos que alavancam a tecnologia e o controle de qualidade no processamento de café de forma mais sustentável. Em 2014 inicia o processo de atualização de suas embalagens.

Bem-vindo ao Café Meridiano. A identidade da empresa é um retorno às origens, de uma paixão compartilhada em família, motivada pelo desejo de crescimento e satisfação dos clientes exigentes pela qualidade.

VISÃO

Fazer da hora do café o melhor momento do seu dia, dentro e fora do lar, tornando-se referência na cultura regional do café.

MISSÃO

Gerar satisfação aos apreciadores de cafés através dos produtos e serviços Meridiano, tornando a vida mais saborosa e prática.

SUSTENTABILIDADE

Os valores do Meridiano estão centrados na busca de uma aliança harmoniosa entre empresa e pessoas, entendida através dos princípios da sustentabilidade. O objetivo é exercer um papel educativo e estimular a incorporação de conceitos e hábitos mais saudáveis para o mundo. A empresa tem atitude ativa em sua comunidade e incentiva iniciativas para proporcionar impacto positivo e sustentável na área em que atua.

RECICLAGEM

O Meridiano implementa soluções para a eliminação de resíduos de modo mais ambientalmente eficiente possível, utilizando práticas como a destinação dos plásticos e papelão provenientes da fábrica para a reciclagem, não permitindo assim que os materiais sejam destinados para aterros. O mesmo acontece com os resíduos da torra, um resíduo orgânico rico que retorna às lavouras para compostagem. No projeto Lixotec,o trabalho é consertar o lixo tecnológico que não é mais útil à empresa, recondicionando os materiais e os devolvendo à comunidade carente e a projetos sociais do município de Colatina. Dessa forma, há redução da poluição causada pelo descarte indevido do lixo tecnológico, como computadores, pilhas, baterias, eletro-eletrônicos, entre outros – que são altamente tóxicos. Outros exemplos são as sobras do refeitório para os colaboradores localizada na Matriz e os resíduos de jardinagem (podas e corte de grama), que também são direcionadas para alimentação animal de pequenos produtores. Além disso, o Meridiano tem projeto efetivo de tratamento hidro-sanitário, não permitindo a eliminação de quaisquer resíduos tóxicos ou poluição ao sistema municipal.

CÓRREGO DO OURO

O antigo nome do bairro onde atualmente está sediada a empresa teve origem nos diversos afluentes que desciam pela região até a foz do Rio Doce. Com o tempo, muitos desses afluentes, sobretudo os córregos, foram secando ou sendo aterrados com o crescimento do bairro. Adverso a isso, o Meridiano se contrapôs e investiu na recuperação do córrego que passa na fachada da empresa e cuja nascente se situa próxima. Trata-se de uma tentativa de reeducação e conscientização para a não poluição dos fluentes do Rio Doce.

MÁQUINAS E EMBALAGENS

A tecnologia adotada na Fábrica busca otimizar a qualidade do café levando em consideração processos mais eficientes ou com menor impacto ambiental. As novas embalagens primárias foram revisadas para reduzir seu tamanho a fim de reduzir o impacto ambiental e as embalagens secundárias, sempre que possível, são feitas com materiais recicláveis.

APRENDIZES

Anualmente o Meridiano mantém cerca de 6 aprendizes em parceria com centros de capacitação, podendo ser aproveitados em diversas áreas da empresa, gerando oportunidade para muitos obterem seu primeiro emprego.